quarta-feira, 19 de março de 2014

Cuidados que se deve ter com um bebê prematuro em casa

Oi mamãe e papai!

O bebê é um dos mais frágeis da natureza e inspira cuidados especiais ao nascer. Imagine, então, se ele chegar antes da hora! Por isso, no dia 14 de março foi comemorado o Dia de Atenção à Saúde do Bebê Prematuro, uma data para alertar e tirar as dúvidas da população sobre os cuidados com esses bebês.
Bebê prematuro
bebê que nasce prematuro (ou seja, cujo parto aconteceu antes da 37ª semana de gestação) pode ficar dias, semanas ou até meses na maternidade antes de ir para casa. Em geral, o alta ocorre quando o bebê alcança em torno de 2 quilos – alguns um pouco antes, enquanto outros um pouco depois. Mas a tão esperada hora de deixar o hospital também pode trazer angústia e dúvidas aos pais: como cuidar do prematuro sem a ajuda dos profissionais do hospital?
Em primeiro lugar, os pais e cuidadores devem seguir as indicações da equipe de saúde que atendeu o bebê durante a estadia na maternidade, já que cada criança pode necessitar de cuidado e medicação específicos. Mas isso não significa que seja preciso transformar o ambiente caseiro em uma UTI neonatal. Vale reforçar que, se ele recebeu alta hospitalar, afinal, suas condições de saúde estão estáveis. Para ajudar nesse período de adaptação, tanto para os pais quanto para o bebê prematuro, profissionais da Fundação Instituto de Enfermagem de Ribeirão Preto (Fierp) desenvolveram uma cartilha, com o aval do Ministério da Saúde. Veja algumas dicas:
  • Os pais não precisam ter vergonha em limitar o tempo e o número das visitas: como o bebê já está em casa agora, elas podem se revezar;
  • Evitar o contato do bebê com pessoas gripadas;
  • O bebê prematuro costuma dormir mais do que o nascido a termo e, por isso, a interação com os pais também é menor. Mas nada de desanimar!
Fonte: Revista Crescer
Beijinhos!
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atualizações do Instagram

Topo