segunda-feira, 10 de março de 2014

Saiba que nem todas as fraldas são iguais

Oi mamãe e papai!

Saiba tudo sobre o produto que vai fazer parte da sua vida por meses a fio.
Trocando a fralda do bebê
Fralda descartável comum: é a opção mais econômica, mas às vezes pode não ser tão eficiente contra vazamentos, além de poder provocar irritações na pele do bebê. Porém, isso não é uma regra. Há crianças que se adaptam muito bem a essas fraldas e outras que têm alergia mesmo àquelas consideradas respiráveis. 


Fralda descartável respirável: geralmente é a mais cara, mas também a menos propensa a causar alergias ou assaduras. Isso porque, em vez de uma camada feita apenas de plástico, apresenta revestimento de tecido que proporciona mais conforto ao bebê. Costuma também ter camadas de gel que absorvem o xixi, deixando a pele mais sequinha. Há opções diurnas e noturnas, que prometem mais horas de absorção. Novos modelos no mercado, voltados para bebês maiores (a partir do tamanho G), têm formato de short, para deixar os movimentos mais livres. 


Fralda de pano: pode parecer coisa de avó, mas embora não existam estatísticas, é cada vez mais comum ver mulheres que optam por esse tipo de fralda. Se você está imaginando aquele tecido dobrado preso por alfinetes, saiba que não é bem assim. Até as fraldas de pano ficaram modernas! Os modelos disponíveis hoje têm estampas divertidas e fecham com velcros ou botões. Elas ressurgiram com a onda do ecologicamente correto, mas muito se questiona se seriam realmente sustentáveis, pois demandam gasto de energia, sabão e água, já que precisam ser lavadas diariamente. 


Fralda de praia e piscina: possui tecnologia à prova d’água, que não deixa a fralda vazar ou inchar. Tem formato de short, o que ajuda na hora de vestir.
Matéria: Revista Crescer
Beijinhos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga o Instagram

Flickr