terça-feira, 12 de junho de 2018

Má formação na gravidez: O que você pode fazer para prevenir. Confira


Veja quais são as coisas inesperadas que favorecem a má formação do bebê na gravidez

Querer que o bebê nasça com saúde é o maior desejo de todo pai e mãe que estão “grávidos”. E uma das maiores preocupações são as má formações em bebês. Apesar da maioria dos casos de má formações em bebês ainda não terem uma causa exata, a ciência já sabe de algumas coisas do dia a dia que podem favorecer essas má formações. A seguir, listamos coisas do dia a dia que favorecem má formação do bebê e quase ninguém fala a respeito. 
mal formação do feto, gravidez, parto, bebê, gravida, parto,maternidade
Má formação na gravidez
Confira:
Bijuterias

Sabe aquela bijuteria que você comprou no camelô? Então, melhor não usá-la durante a gestação. Isto porque uma pesquisa realizada pelo  (Inmetro) apontou que muitas dessas bijuterias possuem uma quantidade grande de chumbo.

 O chumbo favorece problemas como: baixo peso do bebê ao nascer, má formação do bebê e problemas no cérebro do bebê.



Não tomar todas as vacinas

Tomar todas as vacinas necessárias durante a gestação é essencial para garantir a saúde da mãe e do bebê. E além disso, ainda pode prevenir a má formação do bebê. Isto porque algumas das vacinas orientadas previnem contra doenças que podem levar à má formação do bebê. 

Comer comidas cruas

Na verdade, a maioria das gestantes já sabe que é preciso evitar comidas cruas ou mal passadas durante a gestação. Porém, você sabia que um dos motivos para evita-las é o risco de má formação no bebê? Isto porque comidas cruas podem levar à toxoplasmose e esta doença pode afetar o bebê causando má formações como perda da audição, problemas de visão e intelectuais.


Não lavar as mãos

Algumas infecções podem favorecer a má formação no bebê. Por isso, é importante prevenir infecções. Uma boa maneira de evitar infecções é lavar as mãos constantemente e outro cuidado importante é evitar o contato com alguém que tenha uma infecção.

Obesidade

Mulheres com obesidade durante a gestação (IMC de 30 ou mais) têm maiores chances de terem bebês com má formação. Os problemas mais frequentes no bebê que têm sido relacionados a obesidade da mãe na gestação são: problemas no tubo neural, problemas no coração e lábio leporino.

Não tomar as vitaminas necessárias

Tomar todas as vitaminas necessárias durante a gestação, especialmente o ácido fólico e o ferro, é essencial para prevenir a má formação no bebê, especialmente no tubo neural e no cérebro. Por isso, converse com seu médico e certifique-se que você está tomando todas as vitaminas.

Não ter cuidado ao tomar remédios

Saiba que alguns medicamentos podem favorecer a má formação do bebê. Por isso, antes de tomar qualquer remédio durante a gestação é indispensável conversar com o seu médico e ler a bula com atenção para saber se o medicamento não apresenta nenhum risco ao bebê.




Peixes ricos em mercúrio

Evitar peixes ricos em mercúrio durante a gestação, amamentação e na dieta do bebê é essencial para prevenir problemas no cérebro dos pequenos. Por isso, durante a gestação evite peixes ricos em mercúrio como peixe-espada, a cavala, o tubarão e o lofolátilo.


Passar muito calor

Por incrível que pareça certas temperaturas podem favorecer a má formação fetal. Quando a temperatura corporal da mãe fica acima de 38.8 graus, especialmente entre cinco e seis semanas de gestação, as chances da espinha não se fechar aumentam, fazendo com que o bebê nasça com espinha bífida. Por isso, nada de entrar em banheiras muito quentes e fique especialmente atenta se estiver com febre, acompanhando sua temperatura de perto.

BPA

O Bisfenol A (BPA) é um composto utilizado na fabricação de policarbonato, um tipo de resina usada na produção da maioria dos plásticos. O BPA também está presente na resina epóxi, utilizada na fabricação de revestimento interno de latas que acondicionam alimentos para evitar a ferrugem e prevenir a contaminação externa.

Diversas pesquisas têm associado o BPA a problemas de saúde. Uma delas, feita pelo Hospital Universidade de Nice, na França, descobriu que o BPA pode favorecer uma das má formações mais comuns em bebês meninos: a demora do testículo do bebê para descer. Por este motivo e muitas outras questões de saúde, é importante evitar a exposição ao BPA durante a gestação e também não expor o bebê à substância após o nascimento.

Saiba como evitar a exposição ao BPA

1 – Use mamadeiras e utensílios BPA free para os bebês.

2 – Jamais esquente no microondas bebidas e alimentos acondicionados no plástico. O bisfenol A é liberado em maiores quantidades quando o plástico é aquecido.

3 – Evite levar ao freezer alimentos e bebidas acondicionadas no plástico. A liberação do composto também é mais intenso quando há um resfriamento do plástico.

4 – Evite o consumo de alimentos e bebidas enlatadas, pois o bisfenol é utilizado como resina epóxi no revestimento interno das latas.

5 – Evite pratos, copos e outros utensílios de plástico. Opte pelo vidro, porcelana e aço inoxidável na hora de armazenar bebidas e alimentos.

6 – Descarte utensílios de plástico lascados ou arranhados. Evite lavá-los com detergentes fortes ou colocá-los na máquina de lavar louças.

7 – Caso utilize embalagens plásticas para acondicionar alimentos ou bebidas, evite aquelas que tenham os símbolos de reciclagem com os números 3 e 7 no seu interior e na parte posterior da embalagem. Eles indicam que a embalagem contém ou pode conter o BPA na sua composição.

Fontes consultadas:

Centro de Controle e Prevenção de Doenças do Governo dos Estados Unidos

Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro)


Congresso Americano de Obstetrícia e Ginecologia nos Estados Unidos

MotherToBaby – Organização Não Governamental que é a principal referência nos Estados Unidos de informações sobre o que pode ou não afetar a gestante e a mãe que amamenta
BPA

Atenção: As postagens deste blog, são fornecidas apenas, para fins educacionais e não dese ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos  

Veja também:

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atualizações do Instagram

Topo