quarta-feira, 6 de junho de 2018

Uma verdade desconfortável sobre a amamentação. Confira


As mamães precisam saber a verdade, sobre a amamentação que elas não acham que são "anormais".

Eu escolhi a amamentação porque era a opção mais fácil. Era infinitamente mais fácil amamentar meus filhos do que sair da cama às 3 da manhã para fazer uma mamadeira, mesmo que isso tornasse logisticamente mais difícil de ser separado deles por qualquer período de tempo durante a primeira infância.


web-mom-baby-newborn-nursing-breastfeeding-breast-fed-bottle-milk-shutterstock-maternidade-amamentação
Uma verdade desconfortável sobre a amamentação

A desvantagem é que o desmame é muito, muito difícil, porque é sempre mais fácil, no momento, apenas dar à criança quer. Mas há um outro lado negativo da amamentação que me deixou absolutamente louca - nas primeiras semanas,  dói. 


 O que me deixou louca foi a constante insistência de médicos, enfermeiros e consultores de lactação dizendo que que “a amamentação não deveria doer” e que “deve haver algo errado ”
Quando se trata de mitos de amamentação que não desaparecem, esse talvez seja o mito mais difícil de eliminar por aí. Quase todas as mães que eu perguntei sobre sua experiência de amamentação dizem que ela experimentou muita dor, outras mães dizem que estavam em lágrimas toda vez que o bebê mamava.




Mas quando eu falo com especialistas, eles dizem que esse tipo de dor não deve ser visto como normal. O que é normal é sentir algum desconforto durante as primeiras  semanas.
“Se o bebê for colocado corretamente no seio, inicialmente você pode ficar desconfortável porque seu mamilo não está acostumado com a amamentação ... então você meio que fica com muitos machucados e secura nos mamilos.”





Sim,  obrigada, doutor. Por favor, me diga como a amamentação deve ser apenas desconfortável, mas não dolorosa. Continue.
Ok, sarcasmo à parte, eu consegui isso de consultoras de lactação e enfermeiras. Mais depois de amamentar crianças há mais de 12 anos ( eu sei, né ?!)  estou aqui para lhe dizer que “desconforto” não é a palavra para aquelas primeiras duas semanas de amamentação.
Uma descrição melhor seria “um pequeno ser irracional mastigando cegamente / desesperadamente em uma parte extremamente sensível do seu corpo”. E isso se traduz em dor.


Não, não é o tipo de dor excruciante que exige um analgésico forte. Esssa dor diminui com o tempo, cerca de uns 10 dias. Mas para aqueles 10 dias, é uma dor real, mensurável, às vezes alarmante - feita ainda mais quando as mães dizem que não deve ser doloroso, e se for, estão fazendo errado.

Ouça, minhas companheiras:  você não está fazendo errado. A amamentação é inesperadamente difícil, muito mais do que os lactivistas querem que você acredite. É preciso tempo, esforço, trabalho e quase sempre é acompanhado de frustração e lágrimas (tanto para você quanto para o bebê). O fato de que você está tentando falar da sua devoção ao bebê, e da sua dedicação em dar a ele o melhor começo possível na vida do seu filho.

Então, quando você ouvir alguém começar a falar sobre o que a amamentação deve ou não ser, coloque os dedos em seus ouvidos e faça “lalalalalalalala”. Eu não estou nem brincando, faça. A amamentação será diferente para você e seu bebê do que para mim e para o meu. 

Não há dois bebês iguais, assim como não há duas mães iguais. Sua experiência com a amamentação será diferente da de outra pessoa - e tudo bem. Você está fazendo algo incrível para o seu bebê e para você - continue amamentando, mamãe a dor irá passar com o tempo, tente fazer massagem nos seios, deixe o seio respirar, pegue sol nos seios, procure uma pomada com seu medico e mesmo em meio a dor e a lagrimas pense vai passar e estou dando o melhor pra meu filho.

E você como sua sua experiencia em amamentar logo nos primeiros dias?
Comente ai!

Texto traduzido e adaptado Aleteia

Veja também:

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atualizações do Instagram

Topo