terça-feira, 23 de abril de 2019

Crianças nas redes sociais

Oi mamãe e papai!
É fato que a tecnologia se torna parte da vida das pessoas cada vez mais, e mais cedo.
 As crianças, por exemplo, têm enorme facilidade em entender o funcionamento de tablets, smartphones e notebooks, e já estão se aventurando com os gadgets. 


Mas e para começar a participar de redes sociais, como Facebook e Twitter, qual a idade ideal?
boy-Menino-Telefone-Celular-Vício-Telefone-Mobile-redes-sociais-maternidade-redes-sociais-redes sociais na internet-celulares-gestante-gravida-gravidez-maternidade-redes-sociais-tablet

Um estudo divulgado pela AVG envolvendo um grupo de 400 pais de crianças entre 6 e 9 anos com acesso à tecnologia revelou dados surpreendentes: 97% dos filhos dessa amostra já acessaram a internet. Do total, 54% têm uma conta no Facebook, ignorando a idade mínima para a rede social, que é de 13 anos, sendo que 15% já se comunicaram por mensagens instantâneas e 21% ainda usam email. 
Com quem essas crianças se comunicam?
boy-Menino-Telefone-Celular-Vício-Telefone-Mobile-redes-sociais-maternidade-redes-sociais-redes sociais na internet-celulares-gestante-gravida-gravidez-maternidade-redes-sociais-tablet

Ainda sobre a pesquisa, 66% dos pais afirmaram ter instalado sistema de controle parental para supervisionar os conteúdos acessados pelos filhos, embora o próprio instituto questione o percentual. 

Considerando esses dados, e que mais de 80% dessas crianças passam mais de duas horas na internet, fica o primeiro alerta para as famílias: é bom reduzir o tempo de uso de smartphone, computador e afins. 
Médicos e pedagogos aconselham dividir o tempo das crianças em atividades lúdicas e de lazer, ou seja, definir horários para tarefas, leitura, TV, internet, brincadeiras ao ar livre, etc.

O segundo conselho se refere às redes sociais. Muitos pais discordarão sobre a idade mínima para acesso a esses recursos, e acreditamos que cada família tem sua forma de pensar, educar e agir, mas caso seu pequeno tenha Facebook, certifique-se sempre de que ele está seguro! 

Isso inclui o diálogo sobre os perigos da internet, o monitoramento das mensagens privadas e, claro, a verificação das fotos e do conteúdo publicado.

soninho do  bebê

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ola obrigada pela sua visita
Deixe seu comentário

Veja também 👇👇
Os primeiros cuidados com o bebê recém-nascido

Atualizações do Instagram

Topo